Azul amplia operações em Campina Grande e torna a cidade em um hub regional

A Azul Linhas Aéreas, juntamente com a Azul Viagens, uma das principais operadoras de turismo do país, anunciaram o aumento da malha aérea da cidade para sete voos diários e seis destinos diretos.

Uma grande festa, realizada no Aeroporto de Campina Grande, reuniu executivos da Azul e representantes do Turismo e do governo da Paraíba, que acompanharam a chegada dos primeiros turistas à região. 

A Azul optou por estabelecer uma malha fixa em vez de criar trechos temporários exclusivamente para atender à demanda do período junino. Essa decisão transformou o aeroporto local em um hub regional, fornecendo suporte às cidades próximas e se destacando como a única empresa a oferecer conexões diretas entre Campina Grande e destinos estratégicos, tais como o Rio de Janeiro, através do aeroporto Santos Dumont, e Belo Horizonte, pelo BH Airport.

“O voo que recebemos hoje, quarta-feira, tem um simbolismo muito especial para nós da Azul. É o momento de consolidação de um trabalho em equipe e da parceria com o governo do Estado, que resultou em 290 novos voos para a cidade. Começamos a operar a malha fixa no São João, época em que a cidade está em festa, mostrando toda sua cultura e tradição. Mas continuaremos após o evento, porque sabemos do potencial de Campina Grande para atrair visitantes o ano inteiro”, afirmou Cesar Grandolfo, gerente de Relações Institucionais da Azul.

“Essa é uma conquista coletiva da população de Campina Grande e região, do Governo do Estado, da Azul, do trade turístico e de toda uma cadeia produtiva, que irá se beneficiar com as novas oportunidades de negócios que serão geradas a partir dessa ampliação da malha viária. Nós, enquanto gestores, fortaleceremos o nosso trabalho de divulgação do Destino Paraíba, de investimentos, a exemplo do que já estamos fazendo com a construção do Centro de Convenções de Campina Grande, para que possamos consolidar esse avanço e celebrar conquistas futuras”, afirmou João Azevêdo, Governador da Paraíba.  

A capital mineira é importante por se tratar de um ponto de conexão entre a Azul e outras localidades no Brasil e no exterior. Já a escolha do Rio de Janeiro foi uma resposta às demandas dos próprios Clientes, que transitam constantemente entre as duas cidades.

O sucesso das vendas levou a empresa a oferecer o dobro de frequências a partir de agosto. Dessa forma, os voos sairão do Santos Dumont às 22:30, chegando em Campina Grande às 1:30, sempre às terças-feiras, sextas-feiras, sábados e domingos. No sentido inverso, os voos sairão de Campina Grande nas segundas-feiras, quartas-feiras, sábados e domingos às 04:45 e chegando no Rio de Janeiro às 6:45.   

Além de Salvador, a empresa reforçará a integração com o Nordeste, que já existe com voos para Recife, através das novas operações que ligam a cidade a Fortaleza, no Ceará.  

A criação do hub regional da Azul em Campina Grande foi viabilizada pela reforma do Aeroporto João Suassuna, realizada pela administradora espanhola Aena. A empresa investiu no aumento das áreas de embarque e desembarque, check-in, pista e pátio, que poderá comportar quatro aeronaves grandes. “As novas conexões aéreas impulsionam o posicionamento de Campina Grande como importante polo da região. Cada vez mais passageiros vão experimentar o padrão Aena, em viagens com muito mais conforto e agilidade, sempre respeitando a cultura local. Trabalhamos para que o aeroporto seja um equipamento de infraestrutura a serviço do desenvolvimento das áreas onde atuamos”, afirma Joaquín Rodríguez, diretor de Aeroportos Nordeste da Aena Brasil.  

Com novos voos e mercados serão mais de 25.000 assentos ofertados por mês, quatro vezes mais que o atual. No ano passado, a Paraíba foi o destino mais procurado na Azul Viagens, resultado dos investimentos em capacitação e premiação de agentes, roadshows e famtours, que são viagens de familiarização em que os vendedores são convidados a conhecer de perto o destino.

*Com informações da Azul

Guilherme Dotto

Guilherme Dotto

Amante da aviação desde pequeno, nascido em Ribeirão Preto, spotter e viajante desse mundão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *