Flight Report: de São José do Rio Preto a Brasília no ATR da VOEPASS em um voo vendido pela GOL

Siga o ONTIME no Instagram: @ontime.av

Nosso último Flight Report, voamos de Lisboa para Londres Gatwick no Embraer 190 da TAP Air Portugal. Agora, nós vamos voltar aqui para o Brasil e realizar uma viagem juntos em uma aeronave já vista anteriormente por aqui, porém em uma operação conjunta entre duas empresas parceiras: GOL e VOEPASS.

Nesta segunda-feira (27), embarquei no voo G38011 da GOL Linhas Aéreas, que liga São José do Rio Preto, cidade no interior de São Paulo ao Aeroporto Internacional de Brasília, Presidente Juscelino Kubitschek (BSB).

Cheguei por volta das 04:30 no Aeroporto Professor Eribelto Manoel Reino, em São José do Rio Preto, já com meu check-in feito pelo aplicativo da GOL, o que facilitou e agilizou meu embarque.

Após passar pela checagem de bagagem e segurança, aguardei o início do embarque do voo. Na sala de embarque, já era possível ver no pátio a aeronave que iria realizar o voo, o ATR 72 da VOEPASS. A ligação entre Ribeirão e Brasília da GOL conta com a parceria da companhia aérea regional brasileira, que por sua vez opera os voos com suas aeronaves e tripulação própria.

As passagens nestas operações são vendidas somente pela GOL, através de seu site e demais meios de compra.

Às 05:10, cerca de 10 minutos após o horário previsto, a equipe de solo da companhia deu início ao embarque do G38021 pelo portão de número 3, conferindo os cartões de embarque e documentos de identidade.

No embarque remoto, me dirigi ao ATR 72-600 de matrícula PR-PDZ da VOEPASS Linhas Aéreas, que ainda estava nos preparativos finais para seu voo para o Aeroporto Internacional de Brasília.

A aeronave da companhia ribeirão-pretana responsável por cumprir o trecho possui cerca de 9.7 anos de idade, iniciando seus voos na frota da VOEPASS no mês de novembro de 2022.

Já dentro do bimotor turboélice, me desloquei até a poltrona 1A, localizada na primeira fileira da aeronave, onde também é uma saída de emergência. Este assento possibilita uma bela visão da asa e do motor do ATR 72.

A tripulação do voo operado pela VOEPASS era composta pelo comandante Stefano, Vasconcellos e as comissárias Amanda e Paula.

Após os 63 passageiros entrarem na aeronave e se alocarem em seus respectivos assentos, as portas foram fechadas e os procedimentos de segurança realizados.

Às 05:47 o pushback foi iniciado, com o acionamento dos motores sendo realizado logo em seguida. Após alguns minutos, o táxi até a cabeceira 07 foi iniciado.

A decolagem do Aeroporto de São José do Rio Preto ocorreu às 05:53, 13 minutos depois do horário previsto para a partida.

Por volta das 06:10, já quase nos 16.000 pés, o serviço de bordo foi iniciado. Neste voo, foi servido pela tripulação um saquinho com biscoitos de chocolate Cory acompanhados de bebidas variadas, como água, energético e refrigerante de limão.

O assento ao meu lado ficou livre, o que deixou o conforto ainda maior. O espaço da fileira, em decorrência das saídas de emergência, também é bem grande, o que aumenta mais ainda a área dos pés.

O ATR passou grande parte do voo nivelado à 19.000 pés. Às 07:00 a descida para a Capital Federal foi iniciada, sem turbulências ou instabilidades na chegada.

Após 1h25 de voo, tocamos a pista 11R do Aeroporto Internacional de Brasília. Às 07:30 já na posição, o desembarque foi iniciado. O trajeto a área de desembarque foi realizado via ônibus.

E aí, curtiu mais esse Flight Report? Já voou com a GOL em uma operação em conjunto com a VOEPASS? Conte sua experiência nos comentários abaixo!

Guilherme Dotto

Guilherme Dotto

Amante da aviação desde pequeno, nascido em Ribeirão Preto, spotter e viajante desse mundão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *