Maior hangar da América Latina completa três anos de operação

Siga o ONTIME no Instagram: @ontime.av

Fotos: Azul

O hangar de manutenção da Azul, localizado no aeroporto de Viracopos, em Campinas, completou três anos de operação. O espaço possui 35 mil m² de área construída em um terreno de 94 mil m², fazendo com que receba o título de maior hangar da América Latina, segundo a companhia.

Atualmente, é capaz de atender duas aeronaves widebody ou oito narrowbody simultaneamente em heavy maintenance. Ainda possui capacidade produtiva para atender 3 linhas de heavy maintenance, uma linha para modificações e duas linhas de paradas especiais. 

Além de receber aeronaves para manutenção, o complexo conta com espaços como um pátio de manobras, áreas de abastecimento e lavagem de aeronaves, além de 13 oficinas, entre elas a de motores, baterias, oxigênio e equipamento de emergência, criadas ao longo destes três anos. 

Outro trabalho realizado pelos funcionários do hangar é a instalação do sistema de Wi-Fi, presentes de forma gratuita nas aeronaves Airbus A320neo, A321neo e Embraer 195-E2.

Sobre isso, o Gerente Geral de Manutenção do Hangar da Azul, Antonio Eick, pontua: “O processo de instalação de Wi-Fi exigia o envio das aeronaves para os Estados Unidos, o que representava um alto gasto com logística e modificação, deslocamento de tripulantes e consumo de combustível.”

“Nós trouxemos este processo para dentro do hangar, o que gerou uma grande economia para a empresa, desenvolveu mão de obra nacional e criou novos empregos aqui. Além da eficiência, já que, ao internalizar modificação, reduzimos de quinze para sete dias o tempo gasto no processo de instalação”, completa o executivo.

No início da operação em 2020, o hangar de Viracopos foi utilizado para a preservação da frota, em função da crise decorrente da pandemia causada pelo novo coronavírus. Mas com o hangar, foi possível sustentar a retomada da operação. Com a retomada, o complexo se tornou referência em produtividade nas tarefas de manutenção.

Já foram realizados 71 heavy checks, que são as manutenções pesadas com maior complexidade, e 1306 paradas especiais e minor checks. Chama atenção também os números das oficinas. Neste período foram liberadas da oficina de rodas e freios mais de 13.500 rodas e 780 freios.  

“Estamos comemorando três anos do hangar e nesse período a gente conseguiu desenvolver, além de três linhas de manutenção, certificações especiais em testes não destrutivos, capacitação para executar upgrades nas aeronaves, para atender a diversidade da nossa frota, além de várias oficinas que se vem se desenvolvendo de forma crescente. Geramos mais de 400 empregos diretos e indiretos e a cada ano vamos trabalhar para oferecer mais ao país”, finaliza Eick. 

Abaixo, confira outros números:

Informações via Azul

Gabriel Araújo

Avatar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *