Malha aérea de voos internacionais do Brasil supera números do período pré-pandemia

siga o ONTIME no Instagram: @ontime.av

Empenhada em atrair cada vez mais turistas estrangeiros ao Brasil, a Embratur intensificou debates e reuniões com empresas aéreas em 2022. A meta de aumentar a conectividade do país com o mundo – setor muito prejudicado pelas restrições impostas pela pandemia de Covid-19, somada ao alívio dos cancelamentos, suspensões e adiamentos, traz um resultado histórico ainda em dezembro: a malha aérea internacional brasileira deve encerrar o ano com 105,4% da capacidade registrada em dezembro de 2019.

De acordo com o levantamento da Gerência de Inteligência Mercadológica e Competitiva da Embratur junto à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), este mês terá um total de 5.270 voos desembarcando no Brasil, contra 4.981 computados no mesmo período de 2019.

“As estratégias da Embratur para aumentar a entrada de turistas estrangeiros no Brasil estão dando resultado e contribuem para a estabilização da economia do país. Com o fim das restrições, a tendência é que o tráfego aéreo internacional esteja cada dia mais acelerado e todo o setor do turismo se beneficie com isso”

presidente da Embratur, Gilson Machado

O número previsto para encerrar o mês de dezembro também mostra crescimento de 16,78% em relação ao mês passado, quando 4.367 voos internacionais desembarcaram no país. O resultado é ainda mais positivo se comparado a dezembro de 2021: salto de 140,89% na oferta mensal de voos, passando de 2.188 para 5.270.

Ainda conforme dados levantados pela Embratur, estão previstos até o momento o acréscimo de 183 voos entre dezembro 2022 e julho de 2023 entre voos novos, retomadas de voos e frequências adicionais de rotas internacionais já existentes.

América Latina domina

Atualmente, a região que mais possui conectividade com o Brasil é a América Latina, com seus 3.189 voos mensais. A Europa aparece na segunda posição, com 1.085 voos, seguida pela América do Norte, com 766 voos.

Em dezembro de 2022, a América Latina registrou um aumento em torno de 24,35%, enquanto a Ásia também se destacou com 21,88% em relação ao mês de novembro.

Via Embratur

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *