ATR 72 já operado pela Passaredo é transformado em tags; confira quantas unidades foram feitas e onde adquirir

siga o ONTIME no Instagram: @ontime.av

Imagem: Aviationtag

Desde 2006, a equipe da Aviationtag retira peças originais de aeronaves que já estiveram um dia em operação e as transformam em itens premium, únicos de designer sofisticado, perfeitos para colecionadores.

Em 2015, o grupo teve a ideia de tornar o mundo um pouco melhor, reciclando aviões descartados e os transformando em etiquetas especiais de aviação.

Assim como as aeronaves comerciais Boeing 747 e Airbus A340, a equipe também deu a um DC-3 uma segunda vida, tornando-o em uma Aviationtag. Com este trabalho, é possível preservar partes importantes e interessantes da história da aviação.

Um ATR já operado pela Passaredo é transformado em tags

O ATR 72-500, com número de série 572, voou por somente duas companhias aéreas durante toda sua trajetória.

Em 1999, o turboélice foi inicialmente entregue à companhia aérea indiana Jet Airways, onde operou sob o registro VT-JCA até o começo de 2013. Em novembro, a aeronave foi entregue à Passaredo Linhas Aéreas, que atualmente voa no país como VOEPASS Linhas Aéreas.

No Brasil, o ATR recebeu a matrícula PR-PDH e foi batizado como ”Tucano”. O mesmo foi devolvido ao lessor em 2016. Desde então a aeronave ficou estocada em Saarbrücken, até que foi descoberta pela equipe da Aviationtag.

A tag na cor branca está custando 24,95€, enquanto as na coloração amarela estão custando 32,95€. Para comprar sua Aviationtag do PR-PDH, clique aqui.

Ao todo, 1400 unidades da tag estarão disponíveis, sendo assim cada peça diferente das demais, as tornando mais especiais.

Confira o vídeo onde é mostrada a produção das tags:

Guilherme Dotto

Guilherme Dotto

Amante da aviação desde pequeno, nascido em Ribeirão Preto, spotter e viajante desse mundão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *