Como parte de seu tour mundial, Gulfstream G700 chega ao Brasil

siga o ONTIME no Instagram: @ontime.av

Foto: Lucas Lima

O G700 é o mais novo lançamento da norte-americana Gulfstream, empresa conhecida por sua produção de alguns dos jatos executivos mais avançados e luxuosos que o mundo já viu.

Em seu tour mundial, a novíssima aeronave já passou pelo Chile, Itália, Turquia, Vietnã, Tailândia, Cingapura, Filipinas, Estados Unidos e Brasil, entrando no país por Foz do Iguaçú e por fim chegando ao Aeroporto de Congonhas, localizado no coração da cidade de São Paulo.

A aeronave partiu de Foz do Iguaçú às 16:52 da última segunda-feira (14), cumprindo o trecho em 1h18. Seu pouso em Congonhas ocorreu às 18:00.

Foto: Lucas Lima

O Gulfstream G700 está voando pelo mundo e participando de grandes eventos e exibições privadas em 20 cidades e seis continentes.

A rota da turnê mundial do jato é estratégica, pensando no retorno e na forte demanda nos mercados da Europa e Oriente Médio. Além disso, com a passagens pelos seis continentes, foi possível observar a demanda em mercados em crescimento como o Sudeste Asiático, Índia e África.

Conheça mais sobre o G700

Foto: Gulfstream

O G700 é muito semelhante ao Gulfstream G650ER, com apenas algumas diferenças. O jato é alimentado por dois motores Rolls-Royce Pearl 700 com o empuxo de 36,500 lbf (18,250 lbf cada), sendo capaz de empurrar a aeronave a uma velocidade operacional máxima de Mach 0.925.

Na velocidade de cruzeiro mais econômica de Mach 0.85, o G700 é capaz de voar até 7,500 milhas náuticas sem escalas. Com uma altitude máxima de cruzeiro de 51,000 pés, o Gulfstream é capaz de proporcionar uma viagem tranquila acima do mau tempo e do tráfego aéreo em geral.

A fabricante Gulfstream conseguiu desenvolver o G700 com uma distância de decolagem de apenas 6,250 pés e uma distância de pouso relatada de apenas 2,500 pés.

O objetivo do G700 é criar o ambiente mais confortável possível no céu para que você possa dormir, trabalhar ou relaxar da forma mais eficiente possível. O avião apresenta iluminação circadiana verdadeira para simular a luz do sol do seu próximo fuso horário.

Além disso, o G700 tem uma altitude máxima de cabine de apenas 4,850 pés, uma das menores altitudes de cabine de um jato particular, ajudando o passageiro a dormir melhor e a reduzir os efeitos do jet lag.

A Gulfstream também equipou o G700 com vinte das maiores janelas da aviação executiva, enchendo a cabine com luz natural para fazer com que a já grande cabine pareça ainda mais espaçosa. Como padrão, o G700 possui Jet Connex Ka-band Wi-Fi para que o passageiro possa permanecer conectado quando estiver no ar por horas seguidas.

O jato executivo apresenta também um design de assento totalmente novo, feito à mão para cada aeronave e pode ser convertido em camas ergonômicas. Sua capacidade máxima é para 19 passageiros na configuração com assentos, porém também tem espaço para 13 passageiros na configuração com leito.

A cabine pode ser dividida em até cinco áreas de convivência para que possa obter alguma privacidade diante dos outros passageiros durante um voo longo.

Na cabine de comando, o G700 apresenta o Gulfstream Symmetry Flight Deck, que traz as barras laterais de controle ativo para maior segurança. Além disso, aviônicos intuitivos com tela de toque e inteligência de fase de voo ajudam a reduzir a carga de trabalho do piloto e o tempo de inicialização da aeronave.

O jato também pode ser equipado com Gulfstream Enhanced Flight Vision System (EFVS) com head-up display duplo. Isso permite que a aeronave pouse em condições meteorológicas desfavoráveis ​​de maneira mais segura e permite que a aeronave chegue a mais aeroportos.

Foto: Gulfstream

O Predictive Landing Performance System é um recurso de segurança premiado que pode ser instalado no G700 para ajudar os pilotos a garantir que não ultrapassem a pista.

O preço de compra de um Gulfstream G700 é de cerca de US$ 75 milhões, sem ter as opções de customização selecionadas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *