Retrospectiva: confira os aviões da Seleção Brasileira na Copa do Mundo, de 1994 a 2018

siga o ONTIME no Instagram: @ontime.av

Diferente de alguns clubes brasileiros que contam com ônibus customizados, a Seleção Brasileira conta com pelo menos um avião temático para a delegação. Ao longo dos anos, foram diversos modelos que marcaram e encantaram pessoas, sejam apaixonadas ou não pela aviação. Confira, abaixo, uma retrospectiva de aviões que transportaram a Seleção Brasileira nas Copas do Mundo, de 1994 a 2018.

Foto: AlainDurand

Em 1994, a seleção foi transportada por um McDonnell Douglas DC-10-30, matrícula PP-VMD, da Varig. A companhia serviu à CBF de 1962 a 2006.


Foto: Ken Fielding

Rumo à França, na primeira busca do penta, em 1998, a Seleção Brasileira viajou no MD-11PP-VPP. Além do trijato, para a Copa de 1998 a Varig também pintou o Boeing 737-3K9 de matrícula PP-VOZ, que ficou voando pelo Brasil.

Foto: Remi Dallot/Reprodução

Foto: Freek Blokzijl/Reprodução

Na viagem para o continente asiático, em 2002, a CBF contou com um Boeing 767-341(ER), de matrícula PP-VOI, disponibilizado pela Varig.

Foto: Alexander Karmazin/Reprodução

Em 2006, última vez em que a Varig disponibilizou seus serviços à CBF, a seleção viajou para Alemanha em um McDonnell Douglas MD-11 de matrícula PP-VTI. Neste mesmo ano, a empresa também caracterizou o Boeing 737-300 PP-VPY.


Foto: Wan/Reprodução

Em 2010, a CBF troca a Varig pela TAM, que voou apenas por um mundial. Na ocasião, a companhia aérea escolheu um A330-223, matrícula PT-MVN, para viagem até a África do Sul. Detalhe para o nariz pintado com a bola do Mundial de 1970. A TAM também caracterizou o Airbus A320 de matrícula PR-MAK.


Para a Copa do Mundo no Brasil, em 2014, a CBF novamente trocou de companhia área e escolheu a GOL para transportar a seleção que disponibilizou um Boeing 737-8EH de matrícula PR-GUM. Trocadilhos a parte, “gol” foi o que não faltou pra gente, né?

Além do PR-GUM, em 2014, a GOL pintou também para a Copa do Mundo o PR-GUO (grafitado com uma pintura do Os Gêmeos) e o PR-GUP, que recebeu duas pinturas, primeiro uma do Guaraná Antártica e posteriormente uma para a Seleção.

Foto via Runway15

Foto: AL-Alan Lebeda/Reprodução

Em 2018, para a preparação para Rússia na Inglaterra, ao contrário de tudo, a CBF mesmo com uma companhia aérea oficial (GOL) optou por contratar a AirX Charter, que disponibilizou um Airbus A340-313X de matrícula 9H-BIG para o transporte da equipe. Na época, a seleção não conquistou a taça do hexa e voltou ao Brasil no mesmo Airbus A340-313X da Air X Charter.

Para 2018, a GOL pintou o PR-GUK (abaixo) com a pintura “VoaCanarinho”, mas como já mencionado, mesmo sendo a transportadora oficial da Seleção Brasileira, a Air X Charter que fez o transporte.


Em 2022, a equipe de futebol brasileira voou até o Catar pela Qatar Airways, que transportou grande parte das seleções até o país. A GOL Linhas Aéreas, que continua sendo a transportadora oficial da Seleção Brasileira, lançou um novo avião temático neste ano: o PR-GXB.

Lista de companhias aéreas da seleção nas Copas:
1958 – 1962 – Panair (2 edições)
1966 – 2006 – Varig (11 edições)
2010 – TAM (1 edição)
2014- 2022 – Gol (3 edições)

Em sua opinião, qual foi o mais bonito?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *